04
Nov 15

Quando pensamos que estamos a orientar a nossa vida, no sentido de a melhorar, eis que a vida se lembra de nos lembrar que quem manda é ela...

Estava eu, a tentar organizar a minha vida, quando levo mais um abanão. Sim mais um, para a colecção....

Irra que não tenho descaso...

Não vale a pena estar para aqui a lamentar, porque quem está desse lado não tem culpa.

Logo, e para resumir, estou na eminência de ter de mudar de casa se as negociações não tiverem sucesso.

Mas se a vida acha que me vai mandar a baixo com esta, está enganada. Vou encarar isso como mais uma etapa e vou dar a volta por cima. Sim porque nas minha veias corre um sangue muito "manhoso" é uma mistura de alentejano com algarvio... Agora podem imaginar a bomba que me está nas veias...

Sinto-me com força para levar um castelo ás costas, por isso vida prepara-te!

Onde vou buscar esta força? Aos meus filhos.

Para MIM, basta brincar com os meus filho, rebolar com eles, fazer "asneiras" com eles para me lembrar o que realmente vale nesta vida.

Estou a aprender a pegar em coisas menos boas que a vida me dá e transforma-lás em coisas divertidas.

Sim choro, sim irrito-me, sim sinto-me frustrada. Mas de que me vale andar assim? Não é isso que me vai ajudar a entrar em acordo com o senhorio. Ou em caso de necessidade em arranjar outra casa.

Se tiver de me mudar, mudo. Como diz o meu filho "Boa mãe vamos para uma casa nova?". Ora perante uma questão desta como posso ir a baixo? Se eles encaram estas mudanças de forma positiva, eu estou a tentar ver as coisas do prisma deles.

Confesso que não é fácil. Mas quando conseguimos, não é que se torna tudo mais fácil.

Disse ao meu filho que era muito provável ter que acabar com a MEO, e como consequencia ele ia deixar de ter os desenhos animados que mais gosta. Resposta de uma criança de 6 anos "mãe tenho pena, porque gosto muito dos desenhos animados.... (fez uma pausa seguida de silêncio pensativo)...mas sabes podemos aproveitar esse tempo para começar a fazer as decorações para a arvore de natal! E assim como não pagas a MEO já sobra dinheiro para comprarmos as tintas, não é mãe?"

Perante isto como posso ir a baixo?

Vou ter que me re-re-re-re-re-re-organizar de novo. Mas até é bom, porque as rotinas muito rotineiras tornam-se muito chatas

 

publicado por donadecasadesempregada às 10:45

Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO